Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Urgente

Após cobrança do Sindicato, Caixa pagou PLR nesta quarta 19

Na mesma data, banco divulgou balanço de 2019, que registrou lucro de R$ 21,057 bilhões; resultado foi impulsionado pela venda de ativos

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 19/02/2020 18:46 / Atualizado em 20/02/2020 11:46

Após cobrança do Sindicato para que a Caixa antecipasse o pagamento da segunda parcela da PLR 2019, o banco anunciou que faria o crédito ainda nesta quarta-feira 19. Nesta mesma data, a Caixa divulgou seu balanço de 2019, que registrou lucro de R$ 21,057 bilhões.

Sindicalize-se e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários

“Ontem [terça 18] enviamos documento para a direção da Caixa cobrando a antecipação e hoje [quarta 19] tivemos uma grata surpresa ao sermos comunicados pelo superintendente nacional de que haverá o crédito em folha de pagamento ainda nesta quarta 19 e o valor poderá ser visualizado pelos trabalhadores na quinta 20. Uma justa recompensa aos empregados”, diz o diretor do Sindicato e coordenador da CEE/Caixa, Dionísio Reis.

“É sempre importante enfatizar que a PLR é uma conquista pioneira dos bancários, organizados em seus sindicatos e demais entidades representativas. Na Caixa, essa conquista data do ano de 2003. Antes disso existia somente a PRX, que só era paga para cargos de chefia, para quem batesse as metas. Já em 2010 conquistamos a PLR Social, que é a distribuição linear de 4% do lucro, um importante reconhecimento do fundamental trabalho dos empregados para o desenvolvimento do país com a execução de políticas públicas e programas sociais”, acrescenta Dionísio.

Balanço

Sobre o balanço 2019, Dionísio lamenta que o resultado tenha sido em grande parte impulsionado pela venda de ativos e também a informação de que o banco pagou R$ 11,4 bilhões em IHCDs (Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida) ao Tesouro Nacional no ano passado.    

“Em grande parte, o resultado foi impulsionado pela venda de ativos, o que reforça a nossa denuncia de que a Caixa está sendo privatizada aos pedaços. Além disso, o banco anunciou que no ano passado pagou ao Tesouro Nacional R$ 11,4 bilhões em IHCDs (Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida). Infelizmente, a atual direção da Caixa compreende os IHCDs como dívida com o tesouro, e não aportes para a execução de políticas públicas fundamentais para o país, algo está na essência da função social de um banco público. Essa posição evidencia uma lamentável estratégia de descapitalização do banco e de enfraquecimento do seu papel para o desenvolvimento do país”, enfatiza o diretor do Sindicato. 

“É importante que os empregados se mobilizem e estejam preparados para fazer o debate sobre a importância da Caixa 100% Pública com a sociedade. Mais do que nunca a defesa da Caixa 100% Pública e dos direitos dos empregados são lutas urgentes e indissociáveis”, conclui Dionísio.

 

 

Cartilhas destacam importância da Caixa e luta dos empregados

O site do Sindicato publicará, na quinta 20, a análise completa do balanço da Caixa.



Voltar para o topo