Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Mobilização Nacional

Nas ruas e redes, bancários defendem a vida, o Brasil e as empresas públicas

Linha fina
Categoria se somou aos petroleiros, professores e demais trabalhadores em grande mobilização nacional por vacina já, volta do auxílio emergencial, contra os aumentos abusivos dos combustíveis, por empregos e em defesa do Banco do Brasil e da Caixa
Imagem Destaque
Foto: Cleciane Tomé/Seeb-SP

Nesta quarta 4, os bancários se mobilizaram nas redes e nas ruas, tomando todas as medidas de precaução contra o coronavírus, em uma grande mobilização nacional de diversas categorias e movimentos sociais por vacina já, volta do auxílio emergencial, contra os aumentos abusivos dos combustíveis, por empregos e em defesa do Banco do Brasil e da Caixa (CLIQUE AQUI e veja as fotos)

"Bancários estão mobilizados junto com outras categorias em resposta à forma irresponsável e genocida com que o governo federal lida com a pandemia e os trabalhadores. Apesar de termos um serviço de vacinação nacional, uma referência mundial, estamos sem vacinas suficientes para a população, com os índices de contaminação crescentes e assustadores a cada dia. Ao invés disso, o governo desmonta a Petrobras, e por conta disso sobem vertiginosamente os preços da gasolina e do diesel. Desmonta o BB que é responsável por subsidiar a agricultura familiar, e por conta disso o custo dos alimentos também aumenta. Desmonta a Caixa, responsável pelos projetos sociais. E suspende o auxílio-emergencial, fundamental para garantir a sobrevivência de milhões de brasileiros nessa crise sanitária e econômica sem precedentes que estamos vivendo”, explica a presidenta do Sindicato, Ivone Silva. 

> Veja 4 motivos para defender Vacina Já para todos
Veja 8 motivos por que os bancos públicos são fundamentais para o país
4 motivos pelos quais a gasolina e o gás estão tão caros

O Sindicato realizou atividades em toda São Paulo. No Centro, ocorreu distribuição de alimentos na frente de sua sede , ato simbólico realizado em parceria com o MST. Na Paulista, altura do número 1.230, o ato foi em frente ao BB. E na Gipes, da Caixa, na Bela Cintra, 769. Já na zona oeste, em frente ao Metrô Butantã. Na zona leste, na Caixa da Avenida Sapopemba e na Vila Carrão. Na sul, em Santo Amaro, na Praça Floriano Peixoto. Na norte, dirigentes sindicais estão em agências de Santana e Tucuruvi. Em Osasco, em frente ao BB República do Líbano.

Ocorreu ainda uma grande mobilização nas redes sociais, que teve início às 11h, com um tuitaço com as com as hastags: #BBoBancoDeTodos, #NãoDeixemVenderOBrasil e #VacinaJa.

Para esclarecer a categoria sobre os motivos das altas de preço da gasolina, o Sindicato também participa de ação solidária com venda de gasolina a preço justo: o bancário sindicalizado paga R$ 3,50 por litro e o Sindicato paga o resto (hoje o preço médio da gasolina está em R$ 5,50). CLIQUE AQUI e saiba como participar. 

Confira abaixo fotos dos atos na base do Sindicato de São Paulo, Osasco e Região: