Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Coronavírus

Sindicato se reúne com Banco do Brasil para tratar da antecipação dos feriados 

Linha fina
Dentre outras medidas, integrantes do banco se comprometeram a adotar rodízio, número mínimo de funcionários trabalhando presencialmente e afirmaram que somente casos considerados essenciais serão atendidos; bancários devem denunciar ao Sindicato descumprimento
Imagem Destaque
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil (Fotos Públicas)

Por conta da antecipação dos feriados decretada pela prefeitura de São Paulo em decorrência da pandemia do coronavírus, o Banco do Brasil informou ao Sindicato dos Bancários de São Paulo Osasco e Região que irá operar com o número mínimo necessário de trabalhadores em regime presencial. A empresa irá adotar um sistema de rodízio de trabalho e o atendimento será apenas focado nos casos considerados essenciais.  

O compromisso foi assumido em reunião entre representantes do Sindicato com integrantes da Super PJ, Super PF1, Super Especializada (Varejo) e PSO. 

Veja como será o esquema de trabalho e as regras no Banco do Brasil para todos os municípios da base da entidade que anteciparão os feriados:

– Agências e departamentos irão operar com o mínimo possível de trabalhadores presencialmente;  

– A maioria dos trabalhadores será mantida em home office; 

– O atendimento será focado apenas nos casos considerados essenciais; 

– O horário de atendimento ao público para todas as agências será das 10h as 14h; 

– Visitas presenciais serão suspensas totalmente, sendo substituídas por atendimento telefônico; 

– Na PSO, os caixas serão acionados de acordo com a demanda, mas a grande maioria deverá folgar no período. Haverá só a presença dos gerentes de módulos nas agências e locais de trabalho;

– Funcionários com jornada de oito horas vão trabalhar seis horas;  

– Funcionários com jornada de seis horas vão trabalhar cinco horas; 

– Para cada dia trabalhado haverá uma folga. Há o compromisso do banco para possibilitar a compensação destas folgas em até 60 dias a partir do dia trabalhado na antecipação do feriado. 

“Estaremos acompanhando e monitorando os locais de trabalho durante os dias da antecipação do feriado e é importante que os bancários nos mantenham informados em caso de descumprimento dos termos” afirma a dirigente sindical e bancária do BB Adriana Ferreira. (Veja abaixo canais de denúncia

A presidenta do Sindicato, Ivone Silva, ressalta que, diferentemente de 2020, quando os bancos também atenderam nos dias de antecipação dos feriados, agora em 2021 o Banco do Brasil aceitou negociar com o Sindicato regras para o funcionamento durante este período.  

“Mas é importante ressaltar que o ideal seria os bancos cumprirem o lockdown, o que não irá ocorrer porque o Banco Central não determinou regras para o setor financeiro, e a prefeitura de São Paulo considerou o serviço bancário essencial mesmo na antecipação dos feriados, uma irresponsabilidade imensa diante da escalada exponencial das contaminações e mortes em decorrência da covid-19, e quando os hospitais estão atendendo no limite do colapso”, afirma a dirigente. 

Procure o Sindicato

O Sindicato está monitorando todos os locais de trabalho e alertando os bancários. Como as informações estão sendo atualizadas constantemente, deixamos aqui nossos canais de comunicação.

> Está com um problema no seu local de trabalho ou seu banco não está cumprindo o acordado? CLIQUE AQUI e deixe seu contato que vamos te ligar 

> Central de Atendimento - você pode falar conosco via chat  ou solicitação via formulário

Em tempo real - Entre nessa página especial do nosso site para saber todas as notícias sobre o coronavírus (Covid-19) 

> Redes Sociais - nossos canais no Facebook e Twitter estão abertos, compartilhando informações do Sindicato e de interesse da sociedade sobre a pandemia.

> Quer receber notícias sobre o seu banco? Cadastre-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail.