Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Luta

Caixa: plenária de mobilização dia 20

Linha fina
Ocorre na próxima terça 20, às 19h, plenária estadual dos empregados da Caixa para definir estratégias de luta por melhores condições de trabalho, proteção aos empregados na pandemia, pelo correto pagamento da PLR Social, contratações, e contra a privatização do banco; mande sua proposta e participe
Imagem Destaque
Imagem: vecteezy

Os empregados da Caixa do estado de São Paulo participarão de uma grande plenária na próxima terça-feira 20, às 19h. O encontro, que será realizado online por conta da pandemia, tem o objetivo de debater e definir estratégias de luta por melhores condições de trabalho, mais proteção aos empregados na pandemia de Coronavírus, pelo correto pagamento da PLR Social, mais contratações, e contra a privatização da Caixa aos pedaços. 

Além da plenária, já está marcada uma assembleia para o dia 22. Paralisações não estão descartadas. 

Mobilização: empregados de todo país são contra a venda da Caixa em partes

O link para participação dos empregados na plenária será divulgado em breve. Os trabalhadores que tiverem propostas e/ou sugestões devem preencher o formulário eletrônico (veja no final da matéria), que as manifestações serão encaminhadas para a plenária. 

"É importante que todos participem da plenária para ampliar nossa mobilização na luta contra o desmonte da Caixa 100% Pública, que está materializado neste IPO da Caixa Seguridade, e pelos nossos direitos. Uma das justificativas para o IPO, que seria a necessidade de capitalizar a Caixa, pode fazer como vítimas o Saúde Caixa e a Funcef. Por isso, precisamos de um grande engajamento nas atividades que forem definidas para enfrentar estes ataques”, enfatiza o presidente da Apcef/SP e diretor executivo da Fetec-CUT/SP, Leonardo Quadros. 

Caixa Seguridade: mais uma rapinagem do governo na Caixa Federal 
Caixa Federal: Sindicato enfrenta o assédio moral para venda de parte do banco

“Não aceitaremos que os empregados da Caixa continuem adoecendo por falta de condições de trabalho adequadas, pela sobrecarga de trabalho decorrente do quadro insuficiente de trabalhadores, que, no momento de serem valorizados, vejam a direção da Caixa retirar parte da sua PLR Social, justo no ano em que enfrentamos uma pandemia e pagamos o auxílio-emergencial para milhões de brasileiros. Também não aceitaremos a privatização da Caixa aos pedaços, um banco fundamental para o país e a população. Para resistir e defender nossos direitos, estamos organizando uma grande mobilização nacional, na qual paralisações não estão descartadas. Nesta semana, estamos intensificando as reuniões nos locais de trabalho. No dia 20 teremos a plenária estadual e no dia 22 a nossa assembleia. É de fundamental importância a participação de todos os empregados”, conclama o diretor do Sindicato e empregado da Caixa, Dionísio Reis. 

Em ano de pandemia, Caixa paga menos PLR Social
Caixa: “heróis de crachá” não merecem PLR?
Empregados da Caixa Federal protestam por pagamento correto da PLR Social