Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Atenção

Atualize seus dados para receber informações sobre a ação do FGTS

Imagem Destaque
Foto: Reprodução

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região move uma ação na Justiça contra a Caixa, mantenedora do FGTS, cobrando a recomposição do saldo do fundo de garantia de todos os trabalhadores bancários da base da entidade, sindicalizados ou não, pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), e não pela TR (Taxa Referencial), a partir de 1999. Para que a entidade, entretanto, consiga contatar os trabalhadores, é preciso que todos atualizem seus dados cadastrais através do link cadastro.spbancarios.com.br.

Se você ainda não é associado, a sindicalização pode ser feita através do link bit.ly/socio-spbancarios.

Para receber informações atualizadas sobre a ação, basta se cadastrar neste link.

Tire suas dúvidas sobre a ação movida pelo Sindicato sobre a correção do FGTS

Como a ação pede a recomposição do saldo do FGTS, a premissa para abrangência no processo é que o trabalhador mantivesse conta no fundo, ainda que tenha sacado posteriormente o valor.

> FGTS: STF pode nortear ação que Sindicato move para bancários

No processo, o Sindicato pediu abrangência para todos os integrantes da categoria de sua base – que engloba São Paulo e outros 15 municípios da sua região metropolitana. Em tese, podem ser beneficiados também os bancários que iniciaram a vinculação com o Sindicato posteriormente, desde que tivessem conta do FGTS à época.

A ação tramita no Tribunal Regional Federal da 3ª Região e aguarda julgamento, ainda sem data definida.

Assista à live completa sobre a ação do Sindicato em relação a correção do FGTS