Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Santander

Cabesp: próximos passos em defesa do plano

Em nota, Sindicato, Contraf-CUT, Afubesp, Afabesp, Abesprev resumem aos participantes o que está ocorrendo com o plano de saúde e as iniciativas de negociação com a diretoria da Cabesp

  • Redação Spbancarios, com informações da Afubesp
  • Publicado em 29/08/2019 13:54 / Atualizado em 29/08/2019 15:58

Arte: Afubesp

Desde que foram divulgadas as mudanças na Cabesp, entre elas a celebração de contrato de exclusividade com a rede de laboratórios DASA, e o descredenciamento de diversos hospitais e prestadores, o Sindicato dos Bancários de São Paulo, a Contraf-CUT, Afubesp, Afabesp, Abesprev questionaram a diretoria do plano de saúde e tentaram iniciar um processo de negociação, reivindicando prazo adequado para discussão das medidas e diálogo com os associados. A reivindicação não foi atendida, e as entidades representantes dos trabalhadores não concordam com os argumentos dados pela Cabesp. Em nota, elas esclarecem os associados.

> ‘Cabesp é muito mais que um plano de saúde’

Leia a nota na íntegra:

Resumo do que ocorreu e próximos passos em defesa da Cabesp

Muitas são as dúvidas sobre o que está ocorrendo com o nosso plano de saúde. Fazemos agora um breve resumo de tudo que ocorreu desde que tivemos a notícia sobre a mudança pretendida nos procedimentos de exames laboratoriais com a celebração de um contrato de exclusividade entre a Cabesp e a rede DASA, além de mudanças radicais na rede e no atendimento médico-hospitalar e ambulatorial, com descredenciamento de vários hospitais e prestadores. Relembre: Cabesp é muito mais que um plano de saúde

Quando questionamos a direção da Cabesp, imediatamente iniciou-se um processo de diálogo entre a Presidência da Cabesp e as associações – Afubesp, Afabesp, Abesprev, Sindicato dos Bancários de São Paulo e Contraf/CUT.

Ocorreram algumas reuniões na sede da Cabesp, precedidas por  manifestações espontâneas por parte dos associados, o que foi extremamente positivo, pois demonstrou que estamos todos unidos e em defesa de uma Cabesp perene, de qualidade, com atendimento humanizado e com acesso para todos!

Em todos os momentos em que dialogamos com a Presidência da Cabesp dissemos que não poderíamos aceitar que a discussão fosse feita a toque de caixa.

Dado a relevância do tema, a preocupação de todos com o futuro e a necessidade de tempo razoável e suficiente para analisar todas as informações necessárias, bem como a importância de que o diálogo fosse feito com o maior número possível de associados, pedimos prazo adequado para discussão, a contar do recebimento de todos os documentos e informações necessárias. Veja o documento protocolado na terça-feira, dia 27 de agosto.

Como não houve acolhimento em relação aos termos da nossa reivindicação de poder discutir os temas com o prazo solicitado, e de posse de todos os dados e detalhamento do projeto, as conversas a respeito desse tema se esgotaram, de acordo com a presidente da Cabesp.

Não dá para aceitar que essas mudanças sejam necessárias por questões de custeio, pois recentemente fizemos um ajuste nas contribuições justamente para manter o nosso patrimônio equilibrado, cobrindo o déficit apresentado pelo estudo atuarial no ano passado e assim garantir a Cabesp perene e com um atendimento de qualidade.

Também não podemos concordar com outros argumentos, como o de má utilização ou excesso de internações, procedimentos de cirurgias não necessárias, etc.

Se isso está ocorrendo na Cabesp, e de fato podem pontualmente ser detectados, um setor de auditoria médica bem estruturado, fiscalização e outras diversas medidas voltadas à otimização da gestão poderiam sempre ser negociados e implementados, como já demonstramos.

Próximos passos

 

 

Agora, mais do que nunca, precisamos da nossa união – associações e sindicatos ao lado dos associados e beneficiários – em busca de uma estratégia e ações em defesa do nosso patrimônio e dos nossos direitos.

Por motivos óbvios não vamos expor a estratégia aqui publicamente, mas continuaremos a nos reunir (associações e sindicatos) e discutir todas as medidas cabíveis, sejam elas no campo administrativo ou judicial.

Não está descartado um grande encontro com os associados para debater o assunto. Agora é correr contra o tempo e buscar a melhor forma de fazer essa luta em defesa da Cabesp, tão arduamente construída.

Realização da AGE

Conforme previsto em nosso estatuto no artigo 31 inciso III, estamos iniciando a coleta de assinaturas em um abaixo-assinado para a realização de uma AGE – Assembleia Geral Extraordinária para discutir o tema.

É fundamental que todos se empenhem em coletar assinaturas, encaminhando-as imediatamente para as associações – Afubesp, Afabesp, Abesprev ou Sindicato dos bancários de São Paulo.

Mantenham-se informados pelas nossas redes sociais, sites e jornais.

Veja aqui abaixo assinado Cabesp – AGE 2019, imprima e ajude a colher o máximo de assinaturas possível. Depois encaminhe para Afubesp – Rua direita, 32 2º andar, São Paulo (SP), CEP 01002-000.

Sindicato dos Bancários de São Paulo, Contraf-CUT, Afubesp, Afabesp e Abesprev

AnexoTamanho
PDF icon abaixo-assinado-cabesp-age-2019.pdf366.07 KB


Voltar para o topo