Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
EDITORIAL - FOLHA BANCÁRIA

Ivone Silva: Neoliberalismo ameaça América Latina

Na coluna Ao Leitor, publicada na Folha Bancária 6.215, a presidenta do Sindicato avalia as consequências das políticas econômicas neoliberais para o bem estar da população e para a democracia na América Latina

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 12/11/2019 12:42 / Atualizado em 28/11/2019 15:03

Foto: Seeb-SP

Leia abaixo a coluna Ao Leitor, publicada na Folha Bancária 6.215, na qual a presidenta do Sindicato, Ivone Silva, avalia as consequências das políticas econômicas neoliberais para o bem estar da população e para a democracia na América Latina.

Sindicalize-se e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários

Ao Leitor - Folha Bancária 6.215

O neoliberalismo, com políticas de corte de direitos trabalhistas e sociais, é ameaça constante às populações latino-americanas.

Como no passado, quando ditaduras foram patrocinadas pelos EUA, hoje forças políticas que favorecem o “mercado”, e não pessoas, buscam retomar o poder na América Latina.

Para isso, não respeitam limites. No Brasil, derrotado nas urnas, o neoliberalismo voltou ao poder após golpe contra uma presidenta eleita. Na Bolívia, impõe violento golpe militar. No Chile, na ditadura Pinochet, foram privatizados recursos naturais, estatais e até aposentadorias. Hoje, chilenos estão nas ruas contra essas políticas.

Cabe aos trabalhadores a percepção deste movimento orquestrado na América Latina para saquear recursos e tornar a região fornecedora de mão de obra barata, empobrecendo populações.

 

 

A Argentina deu sonoro não aos neoliberais nas urnas. Chilenos fazem o mesmo nas ruas. É hora de nós, brasileiros, também gritarmos que a prioridade são as pessoas, não o mercado. Só a luta nos garante. 



Voltar para o topo