Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Pandemia

BB: Casos de coronavírus aumentam exponencialmente com retorno ao trabalho presencial

Imagem Destaque

Em tempo: Sindicato vence ação sobre Home Office. Entenda.

O retorno ao trabalho presencial fez com que os casos de Covid-19 aumentassem exponencialmente nos prédios do Banco do Brasil (BB) localizados na base do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, principalmente nas duas últimas semanas, com a volta de praticamente todos os funcionários. Em um destes locais, trabalhadores de três dos sete andares do prédio estão afastados, ou por suspeita, ou já por confirmação do coronavírus.

>Home office no BB é mantido para casos mais vulneráveis ao coronavírus

Por entender que o retorno neste momento de grande contaminação é temerário e irresponsável, o Sindicato continua tentando, por via negocial, a implementação definitiva do teletrabalho no BB – já existe um acordo nesse sentido firmado com o banco que resolve inúmeros problemas dos bancários, inclusive os relacionados à pandemia.

Vários trabalhadores têm procurado o Sindicato desde o fim do teletrabalho emergencial.

“Temos notícias de muitos casos entre os funcionários, o que nos preocupa muito. A pandemia ainda não acabou. E tudo isso poderia ter sido evitado se a direção do banco mantivesse o teletrabalho, pois estes bancários que voltaram aos prédios administrativos não lidam diretamente com o público, e poderiam continuar trabalhando de casa. O retorno, sem o cumprimento de protocolo específico, revezamento, escalonamento ou algo que o valha, foi abrupto, precipitado e irresponsável”, destaca a dirigente sindical e funcionária do BB Adriana Ferreira.

Felipe Garcez, diretor executivo do Sindicato e funcionário do BB lembra que, mesmo insuficiente, o manual de trabalho presencial é melhor que nada, mas vem sendo descumprido.

“Infelizmente, (o manual) é tratado como uma recomendação, e não como uma obrigação pela direção do banco. No BB não existe cobrança para o cumprimento do protocolo. O banco não acrescentou que o descumprimento seria tratado sob o aspecto disciplinar. Daí vemos, entre todos os absurdos, o presidente do banco, que deveria dar o exemplo, não usando máscara. O BB é controlado pelo governo federal, e sabemos de onde vem este tipo de comportamento negacionista”, enfatiza o dirigente.

Se o protocolo não estiver sendo seguido no seu local de trabalho, funcionário do Banco do Brasil, contate o Sindicato (veja abaixo como fazê-lo).

Procure o Sindicato

Está com um problema no seu local de trabalho ou seu banco não está cumprindo o acordado? Acesse nosso Canal de Denúncias.

Central de Atendimento - você pode falar conosco via chat  ou solicitação via formulário ou whatsapp.

Redes Sociais - nossos canais no Facebook e Twitter estão abertos, compartilhando informações do Sindicato e de interesse da sociedade sobre a pandemia.

Quer receber notícias sobre o seu banco? Cadastre-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail.

 

seja socio