Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Pandemia

Como professores e policiais, bancários também cobram vacina já!

Linha fina
O governador de São Paulo, João Doria, anunciou que professores e policiais serão vacinados a partir de abril; O Sindicato cobra que a categoria bancária também seja incluída em grupo prioritário, uma vez que é considerada atividade essencial por decreto federal e nunca deixou de atender a população
Imagem Destaque
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Policiais e professores serão vacinados contra a Covid-19 a partir de abril. A medida foi anunciada pelo governador paulista, João Doria, nesta quarta-feira 24. O Sindicato, assim como as demais entidades representativas da categoria, cobram que os bancários também sejam incluídos em grupo prioritário do Plano Estadual de Imunização. 

Vacina: Sindicato cobra governo paulista por prioridade para bancários

> Assine abaixo-assinado pela inclusão dos bancários como grupo prioritário na vacinação

“A atividade bancária foi considerada essencial em decreto federal. Mesmo com o movimento sindical garantindo na luta que boa parte da categoria fosse alocada em teletrabalho, que rodízios fossem estabelecidos e protocolos implementados, as agências nunca fecharam, os trabalhadores sempre estiveram na linha de frente, atendendo a população, em agências lotadas, inclusive no pagamento de políticas públicas de caráter social, tão fundamentais neste momento, como o auxílio-emergencial”, diz a presidenta do Sindicato, Ivone Silva. 

“Sem abrir mão do nosso posicionamento de cobrar vacina para todos já - levando em conta o agravamento da pandemia e o alto nível de exposição dos bancários nas agências - o Sindicato enviou ofício ao governador João Doria reivindicando a inclusão dos bancários em grupo prioritário do Plano Estadual de Vacinação”, conclui Ivone.