Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Coronavírus

Sindicato reivindica que bancos e financeiras não demitam durante pandemia

Entidade enviou ofício a mais de 60 instituições financeiras pedindo que valorizem a negociação coletiva e não desliguem trabalhadores ou adotem qualquer medida autorizada pelo governo, antes de procurar o Sindicato

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 03/04/2020 17:45 / Atualizado em 06/04/2020 15:02

Montagem: Linton Publio/Seeb-SP

O Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região enviou ofício a mais de 60 bancos e financeiras, na quinta-feira 2, reivindicando que assumam o compromisso de não demitir trabalhadores durante a pandemia do coronavírus. No documento (veja aqui), a entidade solicita ainda que as finstituições financeiras não adotem nenhuma medida autorizada pelo governo federal na crise, antes de negociarem com o Sindicato.

> Coronavírus: C6 Bank demite em meio à pandemia

O ofício, que é assinado pela secretária-geral do Sindicato, Neiva Ribeiro, reitera que as medidas de isolamento social e de fechamento do comércio e serviços não essenciais são fundamentais para conter a pandemia, apesar de afetarem a economia. E que, neste momento extremo, a negociação é o melhor caminho para preservar emprego e renda de milhares de trabalhadores.

Tempo Real: Acompanhe as notícias sobre o Coronavírus nos bancos

“Sabemos que tudo isso leva a impactos profundos na economia, e mais do que nunca, os trabalhadores precisam manter seus empregos. Desde o início da pandemia no país, o Sindicato está atuante junto às instituições financeiras negociando medidas para preservar a saúde e a vida dos trabalhadores do setor e também para preservar seus empregos. Já conseguimos que dois grandes bancos se comprometessem com a não demissão: o Itaú e o Santander. Estamos tentando que outros bancos e também as financeiras assumam esse compromisso. Juntos, empresas e Sindicato podem buscar soluções alternativas para evitar os desligamentos. O ofício enviado a RHs e Relações Sindicais de mais de 60 bancos e financeiras é um apelo a que essas empresas nos procurem para negociar antes de tomar medidas mais drásticas”, diz Neiva Ribeiro.

> Coronavírus e setor financeiro: perguntas e respostas

Procure o Sindicato

O Sindicato está monitorando todos os locais de trabalho e alertando os bancários. Como as informações estão sendo atualizadas constantemente, deixamos aqui nossos canais de comunicação.

> Está com um problema no seu local de trabalho ou seu banco não está cumprindo o acordado? CLIQUE AQUI e deixe seu contato que vamos te ligar 

> Central de Atendimento - você pode falar conosco via chat  ou solicitação via formulário 

 

 

Em tempo real - Entre nessa página especial do nosso site para saber todas as notícias sobre o coronavírus (Covid-19) 

> Redes Sociais - nossos canais no Facebook e Twitter estão abertos, compartilhando informações do Sindicato e de interesse da sociedade sobre a pandemia.

> Quer receber notícias sobre o seu banco? Cadastre-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail

 



Voltar para o topo