Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
#Sextatemgreve

CCJ aprova desmonte da CLT: resposta da CUT é GREVE!

Para Central, a única saída para impedir que o plenário do Senado aprove a reforma é parar o Brasil neste dia 30, ocupar as ruas e o Congresso Nacional; a partir das 16h tem ato na Paulista

  • Redação Spbancarios, com informações da CUT
  • Publicado em 29/06/2017 17:13 / Atualizado em 30/06/2017 10:50

Arte: CUT

São Paulo - A greve da sexta-feira, 30, que está mobilizando milhares de trabalhadores em todo o Brasil, vai denunciar mais uma vez os riscos que a aprovação das reformas de Temer representam para a classe trabalhadora e para o país. É mentira o discurso do governo de que vai ter geração de emprego. O que vai ter é o bico institucionalizado e o fim do emprego formal, que garante direitos conquistados, como férias e 13º salário.

E a aprovação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado do parecer favorável à reforma trabalhista que promoverá um retrocesso de mais de 80 anos na legislação trabalhista brasileira, vai mobilizar ainda mais categorias.

Para a CUT, a única saída para impedir que o plenário do Senado aprove a reforma é parar o Brasil, ocupar as ruas e o Congresso Nacional. "A classe trabalhadora corre o risco de ser submetida a condições de trabalho semelhantes às que tínhamos na época da escravidão e isso não vamos aceitar de braços cruzados. Estamos cumprindo o nosso papel de organizar, mobilizar, pressionar, fazer greve", afirma Vagner Freitas, presidente da Central.

"É inadmissível um presidente querer se manter no poder aprovando a pauta patronal – da Fiesp, CNI e congêneres – de retirada de direitos sociais, trabalhistas e previdenciários. Mais grave ainda é que esse presidente não tem legitimidade nem moral e é o primeiro da história do Brasil a ser oficialmente denunciado por corrupção", reforça Vagner.

Os sindicatos filiados à CUT fizeram centenas de assembleias e a greve do dia 30 foi aprovada por unanimidade.

Vai ter ato - Em São Paulo, a concentração para o ato público tem início às 16h, em frente ao vão livre do Masp, na Avenida Paulista, na capital. Depois, tem caminhada até a Prefeitura de SP, onde os manifestantes vão denunciar as privatizações.

VEJA RELAÇÃO DE CATEGORIAS QUE JÁ ADERIRAM E LOCAIS DE ATOS EM TODO O BRASIL:

SP Capital
- Petroleiros
- Bancários
- Professores
- Saúde
> Às 16h tem início a concentração para o ato em frente ao vão livre do Masp, na Avenida Paulista, na capital

ABC
- Metalúrgicos do ABC farão ato em frente ao Sindicato, em São Bernardo do Campo e às 9h sairão em caminhada até a Praça da Matriz
- Químicos ABC vão parar principais empresas em Santo André, Diadema, São  Bernardo, Mauá e Rio Grande da Serra
- Professores do ABC
- Professores da rede particular do ABC

OSASCO
- Bancários vão fechar as agências na Avenida dos Autonomistas e Rua Antonio Àgu, ruas centrais da cidade
- Comerciários vão fechar as lojas no calçadão
- Professores de Osasco farão aula pública no calçadão
> Às 11h tem caminhada pelo calçadão de Osasco

AC
- Bancários
- Sinteac
- Urbanitários
- Correios
- Adufac
- Sindacs
- Sinpospetro
- Sintest
- Auditores fiscais 
- Vigilantes
> Às 8h tem ato em frente à escadaria do Palácio do Governo do Estado, em Rio Branco. Na sequência, caminhada até o centro

AL
- Bancários
> Às 8h tem ato na Praça dos Martírios, centro de Maceió

AP
> Às 8h tem ato na Praça da Bandeira, em Macapá

BA
- Ferroviários
- Petroleiros
- Químicos
- Servidores públicos federais; estaduais e municipais; previdenciários
- Correios
- Vigilantes
- Metalúrgicos
- Comerciários
- Professores
- Sentir
- Sindiferro
- Sindicato dos profissionais em pesquisa
- Sindiborracha
- Sindicatos da agricultura familiar
- Sintercoba
- Sindalimentação
- Rodoviários que estão em fase de negociação final
> Às 6h30 tem manifestação no Iguatemi
> Às 15h tem manifestação em Campo Grande, em Salvador

CE
- Transporte
- Educação
- Comércio e Serviço
- Metalúrgicos
- Servidores Públicos
- Bancários 
- Rurais vão reforçar os atos
> Às 9h tem concentração para o ato na Praça da Bandeira, em Fortaleza

DF

- Metroviários vão parar 24 horas
- Rodoviários
- Urbanitários
- Trabalhadores em telecomunicação
- Bancários
- Professores
- Correios
- Comerciários
- Professores
- Saúde
- UnB
- Judiciário
- MPU
> Serão realizados atos descentralizados em várias cidades do entorno:
6h - Ato nas empresas Eletro Norte e Furnas / Setor Comercial Norte Q 6 Blocos B/C - Asa Norte
6h - Furnas, na Av. Noroeste Qn 431 Conjunto A C D, 214 - Samambaia Sul
8h - Ato frente ao Prédio da Oi, na SCS. Q. 2 Edifício Brasil Telecom Estação Telefônica Centro
8h - Ato em Formosa, concentração será na Praça Anisio Lobo
8h - Ato em Brazlândia, concentração Estacionamento do BRB (Quadra 3, Bloco B Lotes 6/10)
9h - Ato no Paranoá, concentração será no Terminal Rodoviário
9h - Ato em Defesa da Educação, na Praça do Relógio - Taguatinga

ES
- Metroviários
- Metalúrgicos
- Professores
- Construção civil
- Eletricitários
- Comerciário
> Às 12h tem ato na Assembleia Legislativa, em Vitória

GO
> A concentração para o ato será a partir das 8h, na Praça Cívica, em Goiânia

MA
- Urbanitários
- Servidores Federais
- Servidores Estaduais
- Professores das redes estadual, municipal e universidades
> 6h30 - Concentração em frente ao Porto de Itaqui e ato político na sequência

MG
- Educação
- Saúde
- Bancários
- Aeroviários
- Urbanitários
- Metroviários
> Às 9h, começa a concentração para o ato será na Praça da Estação, na Avenida dos Andradas, em Belo Horizonte
> Às 9h, tem ato também na Praça da Estação, em Juiz de Fora

MT
- Bancários
- Educação
- Servidores Federais 
- Rodoviários
Às 15h, tem ato na Praça Ipiranga, centro de Cuiabá

MS
- Educação
- Bancários
- Construção Civil
- Servidores Públicos Estaduais e Federais
9h - Ato na Praça Ary Coelho, no centro de Campo Grande

PA
> Às 11h tem ato na Praça da República, com caminhada para o bairro São Brás
> Às 8h, em Altamira, concentração para o ato no Mercado Municipal
> Em Santarém, a paralisação será puxada pelo Fórum Sindical e Popular, que congrega 27 entidades. A concentração do ato será em frente à > Praça São Sebastião. De lá, os manifestantes devem seguir até a Câmara Municipal
> Às 7h30, em Marabá, tem concentração em frente ao estádio Zinho Oliveira, de onde partirão em caminhada até o bairro Cidade Nova
> Às 7h, em Marituba, região metropolitana de Belém, os manifestantes se concentrarão às 7h na entrada da Alça Viária

PE
- Bancários
- Metroviários
- Metalúrgicos
> Às 15h, tem ato político-cultural, Arraiá da Greve Geral, na Praça da Democracia, no Derby, em Recife

 

 

PI
> Às 8h tem início concentração para o ato na Praça Rio Branco, em Teresina

PR
- Motoristas e cobradores de ônibus
- Correios
- Garis
- Servidores municipais
- Bancários
- Petroleiros
- Técnicos da Saúde
- Servidores da Justiça Federal
- Vigilantes
- Metalúrgicos
- Professores e todo pessoal da Educação
> Às 12h - grande concentração na Boca Maldita, em Curitiba

Araucária
> 8h30 em frente à Prefeitura 

Cascavel
> 8h30 na Unioeste (palestra) / 10h ato público no Núcleo Regional de Educação

Foz do Iguaçu
> 8h no Bosque Guarani

Guarapuava
> 8h30 na Praça 9 de Dezembro

Londrina
> 9h no Calçadão

Maringá
> 9h em frente ao INSS.

Paranavaí
> 9h em frente à Prefeitura

Ponta Grossa
> 8h30 na Praça Barão de Guaraúna

RJ
- Petroleiros
- Bancários
- Professores
- Universidades
- Servidores públicos estaduais e municipais
- Metalúrgicos
- Vigilantes
> Às 17h tem ato na Candelária

RN
> Às 15h tem ato em frente a Igreja do Alto de São Manoel, em Mossoró

RO
> Às 8h, tem concentração para o ato na Praça das Três Caixas D'Água, em Porto Velho
> Às 15, em Ji-Paraná, ato com passeata. Concentração na Rua Idelfonso da Silva e caminhada até a Praça do Trevo

RR
Professores da UFRR
> Às 6h concentração em frente ao IBAMA, Av. Brig. Eduardo Gomes
> Às 9h carreata saindo do Centro Cívico, em Boa Vista

SE
- Rodoviários
 Às 14h tem concentração para o ato na Praça General Valadão, em Sergipe

SC
- Rurais
- Agricultura familiar
> Atos

Chapecó
> 9h - Trevo da BR 282

Florianópolis
> 15h - Ticen

Lages
> 16h30 - Calçadão Pça João Costa

Ararangua
> 8h - Em frente ao INSS

Caçador
> 9h - Largo Caçanjurê

Itajaí
5h - Centro

Joinvile
14h - Praça da Bandeira

Blumenau
13h30 - Praça Victor Konder

Campos Novos
8h - BR 282/BRF

Rio do Sul
9h - Praça da Catedral, BR 470

SP

SOROCABA
- Rodoviários
- Metalúrgicos
- Químicos
Às 8h passeata na zona norte
> Às 9h concentração na Praça Cel. Fernando Prestes

RIBEIRÃO PRETO
> Às 9h tem ato na Rua Álvares Cabral, centro da cidade
> Às 11h tem concentração na Esplanada Pedro II

SÃO CARLOS
> Às 7h concentração na Praça Santa Cruz, rua São Bento, 1265)
> Às 9h marcha pelas ruas do centro da cidade

ARARAQUARA
> Às 7h tem concentração na Praça Santa Cruz
> Às 9h tem marcha pela Avenida São Carlos

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
> Às 17h tem ato em frente ao terminal urbano

CAMPINAS
> Às 17h tem ato no Largo do Rosário

GUARULHOS
> Às 4h30 tem ato no Aeroporto de Cumbica

BAURU
> Das 6h às 9h, ato na Avenida Rodrigues Alves, em frente à Câmara Municipal

SANTOS
> Às 6h tem ato na Martins Fontes, entrada de Santos via centro da cidade
> Às 6h tem ato na Av. Presidente Wilson, em frente ao teleférico de São Vicente, na Baixada Santista

JUNDIAÍ
> Às 9h30, na Rua XV de Novembro, 336, no centro

MOGI DAS CRUZES
> Às 6h, na Praça Marisa, no centro

TO
- Educação
Às 8h tem ato na Avenida JK, com concentração em frente ao Colégio São Francisco



Voltar para o topo