Pular para o conteúdo principal

Itaú amplia retorno ao trabalho presencial em polos administrativos

Imagem Destaque
Ilustração de funcionários em trabalho presencial

Conforme comunicado enviado pelo Itaú, a partir desta terça 16 todos os funcionários de polos administrativos passam a ser elegíveis ao retorno para o trabalho presencial - no caso do grupo de risco, desde que tenham o ciclo vacinal completo - com limite de ocupação dos locais de trabalho entre 10% e 50%. 

O retorno ao trabalho presencial -  que se dará de forma gradativa, mediante agendamento de polo, mesa e período desejado - continua sendo voluntário e, no caso do limite de ocupação em determinado locar estiver esgotado, não será possível que o trabalhador se cadastre. Esta é uma forma de controle de acesso aos polos. Além disso, o retorno se dará de forma gradativa, mediante agendamento do polo, mesa e período desejado.  

Os estacionamentos nos polos administrativos ficarão liberados para os trabalhadores que optarem por condução própria.

Algumas áreas possuem particularidades e seguirão modelos específicos de retorno como é o caso das centrais de atendimento, agência digitais, Itaú Empresas, fundações, institutos e ICarros.

“A reivindicação do movimento sindical é de que nenhum trabalhador deveria retornar ao trabalho presencial sem o ciclo vacinal completo há pelo menos 14 dias. Além disso, em ofício enviado ao Itaú, propomos medidas que ofereçam maior proteção ao trabalhador” 

Sergio Francisco, dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e bancário do Itaú

O Sindicato tem alertado o banco em diversas reuniões sobre a importância do cumprimento das  medidas de segurança como o uso correto de máscaras, distanciamento social, álcool em gel, controle de pessoas nos elevadores, assim como do acesso de funcionários e visitantes. Dirigentes sindicais têm feito visitas periódicas aos polos administrativos e detectaram diversas irregularidades praticadas por funcionários e terceiros, que foram repassadas ao banco para que sejam sanadas. 

“O retorno seguro é de fundamental importância para preservar a saúde dos trabalhadores. O Sindicato continuará visitando os locais de trabalho para se certificar de que não existam riscos aos trabalhadores”, destaca Sergio Francisco. 

O bancário que se sentir pressionado ou sofrer qualquer forma de assédio para retornar ao trabalho presencial deve entrar em contato com o Sindicato imediatamente. O sigilo é garantido. 

Procure o Sindicato

O Sindicato está monitorando todos os locais de trabalho e alertando os bancários. Como as informações estão sendo atualizadas constantemente, deixamos aqui nossos canais de comunicação.

Está com um problema no seu local de trabalho ou seu banco não está cumprindo o acordado? Deixe seu contato que vamos te ligar 

Central de Atendimento - você pode falar conosco via chat  ou solicitação via formulário ou whatsapp.

 Em tempo real - Entre nessa página especial do nosso site para saber todas as notícias sobre o coronavírus (Covid-19) 

Redes Sociais - nossos canais no Facebook e Twitter estão abertos, compartilhando informações do Sindicato e de interesse da sociedade sobre a pandemia.

Quer receber notícias sobre o seu banco? Cadastre-se em nossa newsletter e receba em seu e-mail.

seja socio