Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Ferramentas da Diversidade

Filmes para pensar a diversidade: Dois Estranhos

Imagem Destaque
Imagem de divulgação do filme Dois Estranhos, com um jovem negro cara a cara com um policial branco

O cinema é uma arte que sempre provocou importantes debates e refletiu grandes transformações da sociedade. O Sindicato, desde 2019 - por ocasião da conquista da realização do 3º Censo da Diversidade, na Campanha Nacional dos Bancários de 2018 - tem indicado filmes, livros e séries que debatem questões como machismo, racismo, capacitismo, entre outros temas relacionados com a diversidade, uma das bandeiras de luta da entidade.  

Nesta matéria indicamos o filme Dois Estranhos - escrito por e dirigido por Travon Free, em parceira com Martin Desmond Roe - vencedor do Oscar de melhor curta-metragem de ficção. 

O filme, disponível na Netflix - que tecnicamente é um média metragem, com duração de 32 minutos - conta a história de um protagonista negro, que se vê preso em uma situação de abusos e violência extrema cometidos por um policial branco. 

Dois Estranhos convida o público a refletir sobre questões como racismo estrutural e violência policial, fazendo clara e poderosa referência ao assassinato de George Floyd, que provocou uma imensa onda de protestos nos EUA. 

Convidamos você a assistir Dois Estranhos e tornar-se um Agente da Diversidade, que nada mais é que um bancário ou bancária que luta por um ambiente de trabalho e por uma sociedade mais justos e com mais igualdade para todos. 

Confira outras sugestões de filmes, livros e outros conteúdos na nossa série de matérias Ferramentas da Diversidade

CLIQUE AQUI e baixe a versão digital da Cartilha da Diversidade.