Pular para o conteúdo principal
Chapéu
Insalubridade

Sindicato protesta e Santander conserta ar-condicionado

Linha fina
Duas agências na zona norte funcionavam sem climatização desde quinta-feira e dirigentes tiveram de paralisar as atividades dos locais para pressionar o banco a fazer reparos
Imagem Destaque
Foto: Divulgação Terminator 2

Na semana em que a sensação térmica na cidade de São Paulo atingiu 35 graus centígrados, duas agências do Santander, na zona norte da capital, funcionavam com seus sistemas de climatização quebrados. Diante da situação, na terça-feira 18, o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região interditou as unidades durante todo o dia.

 Assine o boletim eletrônico com notícias específicas do Santander
Faça a sua sindicalização e fortaleça a luta em defesa dos direitos dos bancários

“O banco cobra tarifas elevadas e investe em novos modelos de unidades, como a Work Café, mas não se preocupa nem com a climatização das agências tradicionais. É uma economia pouco inteligente, porque nenhum funcionário consegue apresentar alta performance em um ambiente abafado, e nenhum cliente vai fazer negócio dentro de um forno”, afirma o dirigente sindical e bancário do Santander Gilberto Campos, o Giba.

Após a paralisação de terça-feira, nesta quarta-feira 19 o banco consertou os sistemas de refrigeração das unidades localizadas nos bairros do Tucuruvi e do Mandaqui, que operavam com o problema desde quinta-feira 13.

“Entra ano sai ano e o mesmo problema persiste nos meses mais quentes. O Santander adora pregar modernidade, mas não faz o básico, que são as manutenções preventivas das suas agências. Todos os anos identificamos várias unidades com ar-condicionado quebrado ou sem higienização dos seus sistemas. Isso causa problemas respiratórios e funcionários e clientes sofrem com a negligência do banco”, denuncia Giba.

> Calor infernal também em agência da Caixa
> Não tem ar-condicionado? Vai no ‘leque’!
> Itaú faz gambiarra, mas não resolve problema de agência sem ar-condicionado há quase um mês
> Mais agências sem ar-condicionado? O Itaú tem!
> Itaú deixa bancários no calor também na zona sul
> Sindicato protesta e Santander conserta ar-condicionado

A unidade do Mandaqui oferecia riscos mesmo quando o sistema de climatização estava funcionando. “Os bancários nos relataram que precisam tirar os calçados e passar por uma área alagada para conseguirem ligar o ar-condicionado, o que poderia causar choques elétricos”, relata o dirigente.

Denuncie

O Sindicato orienta os bancários a denunciarem as agências que operam com problemas de infraestrutura. As denúncias podem ser feitas a um dirigente sindical, clicando aqui, pelo telefone (11) 3188-5200 ou ainda através do WhatsApp (11) 97593-7749. Veja telefones e endereços das regionais aqui. O sigilo do denunciante é garantido.