Central de Atendimento

ou whatsapp (11) 97593-7749
Campanha Nacional 2020

Banco do Brasil recua na retirada de direitos

Mobilização dos trabalhadores fez direção da empresa voltar atrás na redução do valor da PLR e na mudança dos ciclos avaliatórios para descomissionamento na GDP; Comando Nacional dos Bancários indica aprovação da proposta

  • Redação Spbancarios
  • Publicado em 28/08/2020 22:43 / Atualizado em 02/09/2020 14:54

Arte: Fabiana Tamashiro/Seeb-SP

Após intensa mobilização dos trabalhadores nas redes sociais e exaustivo processo de negociação, a direção do Banco do Brasil recuou nos pontos em que pretendia retirar direitos dos bancários da empresa pública clausulados no Acordo Coletivo de Trabalho.

Nesta sexta-feira 28, após mais de 10 horas de negociação, a empresa voltou atrás nas propostas que consistiam na redução da PLR e na diminuição dos ciclos avaliatórios da GDP para descomissonamento. 

A PLR do Banco do Brasil é composta pelo módulo Fenaban – uma parcela fixa – e o módulo Banco do Brasil, constituído pela distribuição de 4% do lucro líquido do banco de forma linear (igualitária) para todos os trabalhadores. 

A proposta apresentada pela direção do banco nas negociações dos dias 24, 27 e 28 reduziria essa distribuição do lucro líquido de 4% para 2%. A redução da PLR para os salários de ingresso chegaria a 42%, por exemplo.

“A dura pressão dos trabalhadores nas redes sociais e na mesa de negociação levou a direção do banco a recuar nesta proposta e a manter o cálculo da PLR nos moldes atuais. Com isto, os bancários da empresa pública não sofrerão perdas nas suas PLRs”, ressalta João Fukunaga, diretor executivo do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB). 

A CEBB, que representa os trabalhadores nas negociações junto ao banco, indica a aprovação da proposta.

Assembleia sobre propostas da Campanha será de 30 a 31 

GDP

Outra proposta apresentada pela direção do Banco do Brasil que representaria retirada de direitos consistia em acabar com os três ciclos avaliatórios da Gestão de Desempenho Profissional (GDP). O banco estava propondo apenas um ciclo avaliatório negativo para o descomissionamento.

Durante as negociações e diante da mobilização dos trabalhadores, o banco voltou atrás e manteve os 3 ciclos avaliatórios. 

“Desde o começo das negociações deixamos claro que não iriamos aceitar nenhuma retirada de direitos e, em um cenário extremamente adverso formado pela pandemia do coronavírus, a direção do banco comandado por um governo contra os direitos dos trabalhadores só voltou atrás na tentativa de redução da nossas conquistas históricas por causa da mobilização nas redes sociais”, reforça Getúlio Maciel, dirigente sindical e representante da CEEB pela FETEC-CUT/SP. 

Resumo das negociações da Campanha Nacional dos Bancários 2020

– PLR 

Proposta inicial: Redução da distribuição do lucro líquido (parcela linear) para 2%

Após negociação: Mantida PLR como está no acordo atual (4% lucro líquido mais 45% salário, mais módulo variável determinado pelo Banco do Brasil por semestre)

– GDP 

Proposta inicial: 1 ciclo avaliatório para descomissionamento

Após negociação: Mantidas as três avaliações negativas para descomissionamento por desempenho (3 GDPs).

– Intervalo intrajornada

Proposta inicial: 15 a 30 minutos com registro para todos os funcionários de seis horas.

Após negociação: Até uma hora com registro apenas para quem fizer opção.

– Faltas abonadas

Proposta inicial: 2020 e 2021 - cinco faltas não conversíveis e não acumuláveis

Após negociação: Regra de transição, com conversão em pecúnia do saldo de abonos adquiridos até primeiro de setembro de 2020. Os adquiridos a partir de primeiro de setembro de 2021 terão que ser usufruídos até agosto de 2022, inclusive nas férias, mas sem conversão em pecúnia ou acumulação. Os abonos já adquiridos e acumulados permanecem com as regras anteriores.

– Folga justiça eleitoral

 

 

Proposta inicial: 60 dias para gozar a folga

Após negociação: 180 dias para gozar a folga

– Prazo para realização de perícia psicológica

Proposta inicial: 12 meses

Após negociação: Manutenção de 18 meses

– Horário de repouso

Proposta inicial: Apenas para atividades repetitivas

Após negociação: Manutenção de atendentes de Sala de Auto Atendimento

Outros pontos negociados

 Mesa sobre bancos incorporados a ser conduzida a iniciada a partir de outubro, com apresentação de pautas em setembro/2020.

 Mesa permanente sobre Teletrabalho e Escritórios Digitais

 Mesa permanente sobre Saúde e Segurança.

Veja como foram negociações anteriores com BB

> Sexta negociação: Banco do Brasil insiste com redução do valor da PLR 
> Quinta negociação: Direção do Banco do Brasil quer reduzir PLR 
> Quarta negociação: Governo quer retirar mais direitos de trabalhadores do BB
> Terceira negociação: Banco do Brasil propõe retirada de direito
> Segunda negociação: Bancários cobram mais contratações do Banco do Brasil
> Primeira negociação: Home office: comissão dos funcionários apresenta proposta

Veja como foram as rodadas de negociação da Fenaban:

> Décima segunda rodada: Proposta avança: reajuste de 1,5% com abono de R$ 2 mil
> Décima primeira rodada: Bancos recuam em rebaixar PLR, mas mantêm reajuste zero
> Décima rodada: Fenaban mantém reajuste zero e PLR rebaixada
> Nona rodada: Fenaban insiste em retirada de direitos
> Oitava rodada: Bancos propõem reajuste ZERO
> Sétima rodada: Bancos querem retirar 13ª cesta e diminuir gratificação
> Sexta rodada: Fenaban propõe reduzir PLR dos bancários em até 48%
> Quinta rodada: Bancos apresentarão proposta na terça-feira 18
> Quarta rodada: Sindicato cobra implantação do canal a vítimas de violência
> Terceira rodada: Sindicato cobra da Fenaban melhorias para saúde dos bancários
> Segunda rodada: Bancários reivindicam manutenção dos empregos
> Primeira rodada: Sindicato negocia regulamentação do home office

Conecte-se ao Sindicato

Mande aqui um WhatsApp para o Sindicato, salve o nosso número nos seus contatos (11 99930-8483) e fique por dentro de tudo o que acontece na Campanha Nacional dos Bancários 2020. Ou cadastre-se para receber notícias da campanha em seu e-mail.

Acesse a página de notícias Ao Vivo e siga o Sindicato dos Bancários no FacebookTwitterInstagramLinkedin e Youtube para se manter informado sobre a Campanha Nacional dos Bancários 2020.



Voltar para o topo